9 ensinamentos para desenvolver sua carreira que eu aprendi como CEO

Como CEO da Rock Content, eu tenho a oportunidade de interagir com diversos profissionais diariamente. Ao longo de 4 anos de empresa, já encaramos diversos desafios. Começamos sendo 3 caras em uma sala e hoje já somos quase 300 funcionários. Alcançamos R$32 milhões em faturamento anual e nos tornamos referência em marketing de conteúdo no Brasil. Durante esse processo, pude acompanhar diversas mudanças. Algumas delas intimamente relacionadas às carreiras das pessoas que ajudaram a Rock a crescer. E hoje eu

Continue Lendo

Como planejar sua carreira para os modelos de negócio do futuro

O mercado mudou muito em um espaço curto de tempo. Em poucos anos, saímos de modelos de negócio focados em empresas para modelos focados no cliente. Para os profissionais, isso significa uma nova gama de conhecimentos necessários para se tornar disruptivo e diferenciado em suas áreas. Para muitos, esse ambiente ainda é desconhecido. Customer Success, Inside Sales, Growth Hacking podem ser termos distantes e misteriosos. Mas os tempos mudam em velocidade recorde e você vai ficar para trás se não

Continue Lendo

Como eu li 100 livros em um ano (e como você pode fazer o mesmo)

como eu li 100 livros em um ano

Eu nunca escondi o meu amor por livros. Considero a leitura uma das ferramentas mais importantes para crescer pessoal e profissionalmente, em qualquer área de atuação. Não é à toa que eu me desafiei a ler 100 livros em um ano (e obtive aprendizados valiosos fazendo isso). Curiosamente, eu me propus esse mesmo desafio em 2014, e falhei. Para conseguir ler 103 livros em 2015, eu precisei fazer algumas alterações na minha rotina e no meu mindset. Desde então, me

Continue Lendo

Se você não sair da sua zona de conforto nunca aprenderá nada

zona de conforto

Pode parecer um clichê da psicologia motivacional dos anos 80, mas a zona de conforto é real. Provavelmente você está ou já passou por ela. E eu sei como permanecer em um ambiente confortável e familiar é realmente agradável. Segundo o LifeHacker, a zona de conforto é “um espaço comportamental onde suas atividades e comportamentos encontram uma rotina que minimiza o estresse e o risco”. Um grande reforço para a famosa frase que afirma que “somos criaturas de hábitos”. Mas a

Continue Lendo

Por que reler bons livros mais de uma vez

porque reler bons livros

Quando eu comecei o meu desafio de ler 100 livros em um ano eu pensei que ia ler apenas livros que nunca tinha lido antes. Rapidamente eu aprendi que esse é um erro que eu não poderia cometer. Conhecer e ler novos livros é excelente, mas reler bons livros é uma experiência que pode mudar radicalmente a sua percepção sobre um grande número de coisas. Se você ainda acha que não vale a pena reler obras que gostou, ou está

Continue Lendo

Por que você deve ter (pelo menos) duas carreiras

porque ter mais de uma carreira

Não é nada incomum termos outras paixões e interesses além da nossa profissão principal. Eu adoro programar, ler, escrever e palestrar. Talvez eu já tenha até considerado mudar completamente a minha área de atuação e investir em apenas uma delas. Mas a verdade é que para a maioria dos profissionais é quase impossível fazer uma mudança tão brusca. Mas existe alguma solução para explorar mais de uma área de conhecimento do nosso interesse? Sim, e ela é muito simples: você

Continue Lendo

O que aprendi programando 12 apps em 1 ano

Todos os anos faço um desafio para me tirar da zona de conforto e experimentar coisas novas. Em 2014 foi ler 100 livros em um ano, não consegui ( li 58 livros ) e em 2015 repeti o mesmo desafio ( dessa vez li 103 livros ). Para 2016 decidi voltar a programar e meu desafio foi criar 12 aplicações em 1 ano. Eu aprendi a programar sozinho quando tinha 14 anos de idade e isso mudou minha vida e

Continue Lendo

12 apps em 1 ano: Conhecendo melhor o meu time um almoço de cada vez

À medida que as organizações crescem a comunicação fica cada vez mais complexa. Se pensarmos em um grupo de 2 pessoas, temos apenas duas possibilidades de comunicação. Quando aumentamos para um grupo de 3 pessoas, esse número aumenta para 6 e ele cresce exponencialmente a cada pessoa que acrescentamos. Esse efeito faz com que coordenar grandes grupos de pessoas seja bastante desafiador. A Rock Content em pouco mais de 3 anos foi de 3 para 200 pessoas, sendo que apenas

Continue Lendo

12 apps em 1 ano: Atirando flechas como Robin Hood

Em posts anteriores eu usei realidade virtual para explorar a Roma Antiga e para aprender a voar. Ser um explorador nesses mundos é bastante interessante inicialmente, mas não captura todo o potencial dessa nova plataforma. Mais do que nos permitir explorar mundos virtuais, a realidade virtual nos permite interagir com eles. A diferença entre os equipamentos de VR Duas coisas separam os equipamentos de VR que são top de linha, como o Oculus Rift e o HTC Vive, de experiências

Continue Lendo

12 apps em 1 ano: Usando a wikipedia para descobrir filmes novos

A internet nos trouxe possibilidades infinitas  de conteúdo e mudou para sempre como interagimos com ele. Muito já foi dito e continua a ser sobre os efeitos que essa mudança está provocando na sociedade. Mas, mesmo com toda a euforia, na prática um mundo de escolhas infinitas gera a necessidade de filtros que acabam por limitar nosso consumo. A home do Netflix está para minha geração assim como a Globo esteve para a de meus pais. É muito mais comum

Continue Lendo

Site Footer