como eu li 100 livros em um ano

Como eu li 100 livros em um ano (e como você pode fazer o mesmo)

Eu nunca escondi o meu amor por livros. Considero a leitura uma das ferramentas mais importantes para crescer pessoal e profissionalmente, em qualquer área de atuação. Não é à toa que eu me desafiei a ler 100 livros em um ano (e obtive aprendizados valiosos fazendo isso).

Curiosamente, eu me propus esse mesmo desafio em 2014, e falhei.

Para conseguir ler 103 livros em 2015, eu precisei fazer algumas alterações na minha rotina e no meu mindset. Desde então, me perguntam constantemente “qual é o segredo para ler tanto”. E, bom, não existe um segredo.

Mas como ler mais livros, afinal? Separei as principais dicas que me ajudaram a bater a minha meta e que podem fazer o mesmo por você. Você vai se impressionar com o quão simples são. Acompanhe.

Crie uma meta de leitura diária

Se você tem uma tarefa difícil pela frente, dividi-la em pedaços menores é uma forma inteligente de lidar com ela. Para ler mais livros, a ideia é a mesma. Em vez de tentar consumir um livro inteiro em poucos dias, crie uma meta de leitura diária e avance aos poucos.

Procure ler algo em torno de 20 e 30 páginas por dia. Você pode adequar esse número à sua velocidade de leitura e ter progressos visíveis. Essa é uma maneira de aproveitar melhor o seu tempo de leitura, não se desgastar lendo mais do que o necessário e ter avanços motivadores ao ler livros.

Limite suas distrações

Convenhamos, existem mais distrações do que podemos contar nos dedos hoje em dia. Mesmo que nem todas elas sejam time killers, ainda podem nos desviar de uma atividade que precisa ser concluída naquele momento. Ao ler livros, esse é um dos seus principais vilões.

A melhor solução para isso é encontrar um lugar especial para ler. O seu “cantinho de leitura”. Um famoso experimento chamado de Chocolate chip cookie and radishcolocou à prova essa teoria. Três grupos foram desafiados a resolver um quebra-cabeças impossível. Um não tinha nenhuma comida, outro recebeu biscoitos de chocolate e rabanetes (sim, isso mesmo) mas podia comer apenas os rabanetes. O terceiro também recebeu ambos, mas podia comer qualquer um deles.

Não é de se surpreender que o grupo privado de comer os cookies de chocolate foi o primeiro a desistir. Por quê? Porque eles tinham uma distração que não os deixava em paz — algo semelhante a receber mensagens constantes no seu celular e não resistir à ansiedade de respondê-las logo. 

Crie uma forma clara de mostrar o seu compromisso com a leitura…

O ser humano é feito para demonstrar seus avanços. Por anos, fazemos isso de várias maneiras e através de diversas ferramentas. Se você adora compartilhar conteúdos interessantes e fotos do seu dia a dia, pode fazer o mesmo sobre a leitura de livros.

Mostrar o seu compromisso com a leitura é uma ótima maneira de se manter motivado. O Goodreads e o Reco são excelentes sites para compartilhar suas impressões sobre livros com outras pessoas interessadas, além de documentar seus progressos e dar sugestões de leitura.

Uma ideia legal executada pelo Neil Paschira é o Monthly book club email. Uma newsletter mensal em que ele compartilha seus livros preferidos daquele mês com seus subscribers.

Mas não conte para todo mundo que você quer ler mais

Embora demonstrar o seu progresso seja indispensável para ler mais, isso não significa que você precisa contar para todo mundo que você quer fazer isso.

Um estudo feito com estudantes de psicologia em 2009 mostrou que a maioria daqueles que escreveram seus objetivos e compartilharam com os pesquisadores, falharam em atingi-los. Quando pessoas compartilham o que pretendem alcançar (antes de alcançá-lo), ficam menos motivadas a trabalhar para chegar até lá.

Eu anunciei o meu desafio publicamente para incentivar outras pessoas a lerem mais e não para me motivar. Entretanto, se a pressão social é algo que o motiva, eu recomendo contar seu objetivo para o maior número de pessoas possível.

Saiba que desistir de alguns livros não é problema

Não se engane, você vai encontrar muitos livros ruins pelo caminho. E desistir de lê-los não é algo negativo. Desistir de livros ruins te dá mais tempo de ler bons livros, e isso é algo realmente valioso. Por isso, não hesite em deixar um livro de lado após alguns capítulos improdutivos.

Tente não se prender demais a livros que não chamam sua atenção somente para “mostrar que está lendo”. Eu já passei por isso e é uma perda de tempo lastimável. Desistir de um livro ruim não te torna um mau leitor, apenas libera espaço para materiais realmente interessantes e cativantes.

Tenha amigos leitores

Ler não precisa ser, necessariamente, uma atividade individual. O estigma de que leitores ávidos são pessoas que preferem ficar sozinhas e não compartilhar suas experiências (obtidas ou não através de leituras) nunca fez sentido para mim.

Conversar sobre livros é um motivador incrível para ler mais. É uma oportunidade de compartilhar suas interpretações, discutir ideias e até encontrar clareza em pontos que não ficaram tão claros. A melhor forma de fazer isto é com pessoas do seu ciclo de amizades que também leem.

Em muitos aspectos, somos a combinação das pessoas com quem convivemos e a leitura também pode ser tornar um reflexo dessas interações. Uma boa ideia é combinar com um grupo de amigos de todos lerem o mesmo livro. Depois, todos podem compartilhar as principais ideias absorvidas da obra e promover uma conversa realmente construtiva.

Tenha em mente que você sempre vai ter um tempinho a mais para ler (mesmo que não pareça óbvio)

O autor Stephen King é famoso por ler em todo e qualquer lugar. Desde jogos de baseball a filas de cinema.

E você também pode fazer a mesma coisa. Existem diversos momentos ao longo do dia que possibilitam leituras rápidas, importantes para você atingir a sua meta diária de páginas.

Dentro do metrô, em filas, salas de espera, existem vários “momentos de baixa produtividade” para colocar a sua leitura em dia.

Mude o seu mindset sobre leitura

É comum encontrar pessoas que “não gostam de ler”. Na verdade, eu acredito que elas ainda não encontraram algo que realmente gostem de ler. Para ler mais, é preciso que a leitura seja algo tão natural como comer ou trabalhar.

Ela precisa ser um desejo natural e apresentar um objetivo claro. A partir do momento em que você entende que a sua leitura será por prazer, aprendizado ou lazer, fica mais fácil encontrar obras que vão te cativar a ler mais.

Procure por listas de curadoria (mas apenas as melhores)

Encontrar bons livros para ler é um desafio e tanto. Todo ano, mais de 50 mil novos livros são publicados, e não há tempo no dia para ler resumos de tantos livros. Para ajudar nessa tarefa, procuro por listas de curadoria de bons livros — mas apenas as melhores.

O Bill Gates tem um site bem interessante, no qual ele sugere livros e posta reviews. O Mark Zuckerberg sugeriu um livro a cada duas semanas durante um ano pelo seu perfil no Facebook — essa lista ficou conhecida como A Year of Books. Faça uma curadoria de listas da mesma forma que você faria para encontrar bons livros para ler.

Ler mais é um hábito que adquirimos, como qualquer outro. Seja para programar, criar conteúdo para a sua empresa ou ler mais, você precisa encontrar o sistema que funciona melhor para você, e se comprometer a alcançar o seu objetivo. Esse é o meu segredo para ler 100 livros em um ano, e espera que te ajude a fazer o mesmo.

Livros Recomendados

Receba um email mensal com recomendação dos melhores livros que li.


Não vamos te enviar spam Powered by ConvertKit

Edmar Ferreira é Co-Fundador e CEO da Rock Content, líder em Marketing de Conteúdo no Brasil, e é membro ativo do SanPedroValley, comunidade auto-gerenciada de startups de Belo Horizonte.

  • Cali Galvão

    Tenho paixão pela leitura também e o seu texto me motivou a ler mais (estou num ritmo muito lento). 🙂

  • Top Ed! Qual teu meio de leitura favorito? Papel, kindle, celular, tablet..??

Site Footer