Nunca é tarde para mudar de carreira

O significado de carreira é bem diferente hoje.

Para nossos pais e avós, uma carreira de sucesso pode significar crescer dentro de uma mesma instituição, como um banco ou outra grande corporação. Isto não significa, necessariamente, encarar desafios ou ser reconhecimento no mercado como um especialista. Para a maioria desses profissionais, essa é uma perspectiva de carreira consideravelmente repetitiva.

Para os profissionais de hoje, uma carreira de sucesso é cercada de desafios, novidades, aprendizados e mudanças. Um especialista pode passar por dezenas de empresas ao longo da sua carreira, ou até mesmo investir na sua própria ideia de negócio. Os millennials gostam de mudanças constantes e se preocupam com sua marca pessoal.

Em ambos os casos, é completamente possível estar insatisfeito com o modus operandi da sua vida profissional. E na hora de realmente fazer algo para mudar o rumo da sua profissão, muitas pessoas simplesmente não fazem nada.  Um dos pensamentos mais comuns é o de que pode ser muito tarde para mudar de carreira.

Bom, hoje eu quero provar para você que nunca é tarde para mudar de carreira e alcançar os seus objetivos. Vamos começar?

Por que mudamos de carreira?

Cada um de nós tem uma percepção e objetivos para nossas carreiras. Isto pode estar claro para alguns mesmo antes de entrar na universidade, mas para outros esta clareza chega após alguns anos no mercado de trabalho.

No final do dia, mesmo chegando onde imaginávamos, a possibilidade de mudar se torna um pensamento recorrente. De modo geral, os principais motivos para isso são:

  • Desafios: pensamos em seguir outra área de atuação (ou mudar de empresa/cargo) para encarar novos desafios. Pode ser uma forma de nos mantermos motivados e ativos;
  • Necessidade: uma mudança em nossa vida pessoal ou fatores externos que não podemos controlar;
  • Realização profissional: encontrar uma nova linha de atuação para se sentir realizado como profissional;
  • Realização financeira: mudar para ter retornos financeiros melhores;
  • Realização pessoal: atividades que nos realizam em caráter pessoal.

Mudar de carreira pode ser exatamente o que você precisa

A Liz Ryan, CEO da Human Workplace, em seu artigo “Ten Reasons Successful People Change Jobs More Often”, afirma que a mudança constante não deveria ser estigmatizada. Na verdade, deveria ser encorajada.

De acordo com Liz, essa é uma maneira de crescer profissionalmente e avançar sua carreira de forma acelerada. Sim, parece estranho que, ao mudar, você consiga avançar mais rápido, não é? Mas faz todo sentido.

Novas experiências e atividades funcionam como estímulos musculares. Você pode facilmente se acostumar a eles, mas assim que mudar para algo novo, os efeitos são quase imediatos. É normal se manter em um emprego que garanta estabilidade mesmo que não seja o que você realmente deseja fazer. Porém, isto significa que a probabilidade de você não explorar suas capacidades ao máximo é muito grande.

Quais são os mitos sobre mudar de carreira?

Mudar de carreira é uma escolha cercada de mitos e este é um fator desmotivador para muitas pessoas. Encarar mudanças que podem ser radicais sem ter certeza do que encontrará não é uma decisão atraente para a maioria das pessoas. Vamos desmistificar alguns desses pontos.

1. Você é muito velho para mudar de carreira

Provavelmente este é o maior mito de todos. Com tantas fontes de aprendizado e oportunidades, o mercado deseja um profissional bem preparado e a idade dele não deve ser um fator de influência. Se você se deparar com uma empresa que dá mais atenção para a sua idade do que para a sua capacitação, corra!

O mesmo vale para empreendedores. Nunca é tarde (ou cedo) demais para perseguir uma ideia e criar um negócio de sucesso.

2. É um caminho sem volta

Optar por novas experiências não significa ter que fechar todas as portas atrás de você. Se o seu relacionamento com sua antiga empresa (ou seus clientes) sempre foi positivo e você encerrou suas atividades por lá de forma harmoniosa, nada impede que você retorne no futuro. Inclusive, o aprendizado desse processo pode te transformar em um profissional ainda mais valioso.

3. É apenas para quem sabe o que quer fazer

Muitos de nós ainda estamos perdidos ou confusos sobre alguns aspectos pessoais e profissionais. Sempre estivemos e sempre estaremos. A mudança de carreira não é apenas para quem tem plenitude sobre todos os aspectos de sua vida e pode funcionar como um catalisador para encontrarmos respostas.

4. Você sempre sentirá a “Síndrome do Impostor”

A “Síndrome do Impostor” é o sentimento de que não pertencemos a um ambiente e de que seremos desmascarados a qualquer momento. Isto pode ocorrer com o executivo de um grande banco que larga seu cargo bem remunerado para trabalhar em uma startup recém-fundada, cheia de recém-formados, por exemplo. Já tive a oportunidade de conversar com alguns profissionais que fizeram mudanças parecidas e a resposta deles é sempre similar: se esta transformação for genuína, você se sentirá como se estivesse ali a vida toda.

O que você quer para o futuro da sua vida?

Eu considero o planejamento e organização fatores fundamentais para atingir qualquer objetivo. Foi por meio deles que consegui ler 100 livros em um ano e criar 12 apps em 12 meses. Para ter sucesso ao adotar um novo caminho profissional é preciso pensar à frente. Planeje a sua carreira para daqui a 5 ou 10 anos e trace estratégias para chegar onde deseja (falo sobre esse planejamento com mais detalhes no meu texto sobre como planejar sua carreira para o futuro).

Procure também ir além do âmbito profissional. Pense sobre o que você deseja para o futuro da sua vida. Grandes inovadores como Steve Jobs e Elon Musk sempre estiveram focados em criar um legado. Jobs com gadgets e tecnologia, e Musk com carros elétricos e sua jornada à marte. Olhe além do que você faz no dia a dia para encontrar o que deseja.

Minha última dica é simples: tenha mais de uma carreira. Programe por hobby, pratique um esporte, construa algo, crie um blog. Não se prenda em somente uma área do conhecimento, procure expandir seus aprendizados e experiências com outras atividades que você também gosta.

Uma mudança costuma trazer mais benefícios do que problemas. Se você optou por realizá-la é porque algo não estava funcionando como você gostaria. Aproveite a jornada, planeje seus movimentos e tenha objetivos claros. Não tenha medo de admitir que não deu certo e colha o máximo de frutos do processo transformando-os em aprendizados.

 

Livros Recomendados

Receba um email mensal com recomendação dos melhores livros que li.


Não vamos te enviar spam Powered by ConvertKit

Edmar Ferreira é Co-Fundador e CEO da Rock Content, líder em Marketing de Conteúdo no Brasil, e é membro ativo do SanPedroValley, comunidade auto-gerenciada de startups de Belo Horizonte.

Site Footer