porque ter mais de uma carreira

Por que você deve ter (pelo menos) duas carreiras

Não é nada incomum termos outras paixões e interesses além da nossa profissão principal.

Eu adoro programar, ler, escrever e palestrar. Talvez eu já tenha até considerado mudar completamente a minha área de atuação e investir em apenas uma delas. Mas a verdade é que para a maioria dos profissionais é quase impossível fazer uma mudança tão brusca. Mas existe alguma solução para explorar mais de uma área de conhecimento do nosso interesse?

Sim, e ela é muito simples: você não precisa escolher apenas uma carreira, mas sim várias!

Meu interesse por programação me motivou a desenvolver 12 apps em um ano. Minha avidez por ler mais me desafiou a ler 100 livros em um ano. O meu objetivo de palestrar mais me levou até a PODIM Conference 2017, na Eslovênia! E mesmo me desafiando em outras áreas, eu continuei empenhado em desenvolver o meu papel como CEO da Rock Content.

Ter mais de um carreira me mantém motivado e aprendendo sempre, mas é uma experiência que vai muito além disso. Hoje, quero te mostrar por que você deve ter, pelo menos, duas carreiras profissionais.

Você desenvolve uma base de conhecimentos variada

Eu gosto muito de ler livros. Um dos principais motivos para eu ler e reler muitas obras é o aprendizado que tiro daquele conteúdo, seja em uma primeira ou segunda leitura. Esse aprendizado é impagável. Agora, imagine ter essa mesma pluralidade de aprendizados através de diversos canais?

Diferentes carreiras te permitem ter contato com muitas áreas. Adquirir hábitos regulares de leitura me ajudaram a ser mais organizado e planejar melhor as minhas tarefas diárias. Palestrar é uma melhora constante para a forma como eu me comunico e me expresso. Uma habilidade se soma a outra, e todas as minhas carreiras são beneficiadas com isso.

Sua base de conhecimentos não se torna apenas variada, mas também multidisciplinar. É uma oportunidade de ter uma nova visão sobre o mercado, sobre uma habilidade ou sobre a sua carreira profissional como um todo.

Sua rede de contatos se torna ampla e diversificada

Networking é importante em qualquer mercado. Você precisa encontrar constantemente possíveis novos parceiros e também conhecer melhor os seus concorrentes. O mesmo vale para quem deseja se recolocar profissionalmente ou manter abertas novas opções no mercado.

Mas um equívoco comum é achar que você só precisa fazer contatos dentro de um mesmo mercado, com um mesmo grupo de profissionais.

Sempre que vou a uma nova palestra, principalmente as internacionais, vejo um mundo novo de possibilidades. Vários fundadores, VPs e C-levels estão presentes ali. E mesmo que eles atuem em mercados diferentes do que a Rock está presente, é uma oportunidade de fazer novos contatos e aprender mais.

Quem sabe um VP também se interessa por programação, ou tem um excelente livro para me indicar?

Inovar passa a ser extremamente natural

Provavelmente você já percebeu como o aprendizado de diferentes áreas podem se complementar de maneiras interessantes. Para mim, isso ficou muito claro quando me propus o desafio de criar 12 apps em um ano.

Eu precisava ter 12 ideias diferentes e desenvolver um aplicativo funcional em 30 dias. 12 ideias podem parecer pouco, mas 12 boas ideias nem sempre aparecem tão facilmente. Um dos aprendizados mais interessantes que eu tive ao pensar em possibilidades para apps foi que eu conseguia identificar oportunidades/problemas em outras áreas que eu atuo que poderiam ser resolvidas com um aplicativo.

A inovação passou a ser extremamente natural porque eu consegui entrelaçar diferentes conhecimentos em um ponto comum.

Foi assim que eu monitorei a indústria de marketing de conteúdo, criei um bot que conversa utilizando frases de filmes, usei o Wikipedia para descobrir filmes novos e criei um app para encontrar facilmente temas relacionados a um tópico principal.

Você vai se realizar profissionalmente em mais de uma área

Realização profissional é algo polêmico. Sentir-se realizado é extremamente (mas não necessariamente) subjetivo. Estar realizado é concluir um projeto excepcional, construir uma carreira longa, entregar mais freelas, gerenciar uma equipe, fundar uma startup ou fazer um IPO? Todas as opções? Nenhuma delas?

Eu sou extremamente focado em objetivos. Eu tenho objetivos para tudo o que faço, e mesmo parecendo chato ou cansativo, é uma maneira de conquistar pequenas realizações que se somam em um grande desfecho.

Diferentes carreiras te permitem ter objetivos variados, com durações e prazos diferentes. Por exemplo, se no momento o meu objetivo na Rock Content é reduzir o churn ao longo de um ano, e o meu objetivo como programador é criar um novo app a cada 2 meses, de 2 em 2 meses eu terei pequenas vitórias que continuarão me motivando a atingir outros propósitos.

Esse é um aprendizado extremamente importante sobre múltiplas carreiras: alcançar um objetivo em uma delas é um excelente motivador para você continuar perseguindo outras metas. Pequenas vitórias no caminho mantém a motivação a longo prazo, e em projetos extensos é extremamente importante manter os olhos no prêmio.

Conclusão

Os tempos mudaram – quase – completamente. Hoje o mercado cresce, diminui e se modifica em menos de 24 horas, e é preciso acompanhar essa mudança. Ao mesmo tempo, tecnologia e informação trouxeram a possibilidade de aprendermos mais, sobre mais coisas, em menos tempo. Inevitavelmente vamos nos interessar por várias áreas de conhecimento de maneira simultânea.

Ter mais de uma carreira não vai tomar o seu tempo, mas sim te ajudar a aprender, evoluir, conhecer mais pessoas e alcançar objetivos. Se você ainda não tem uma segunda carreira, comece agora! Se você já tem uma, procure uma terceira, quarta, quinta, e se organize para alcançar suas metas.

Gostaria de receber mais textos como esse? Inscreva-se na minha lista de emails!

Livros Recomendados

Receba um email mensal com recomendação dos melhores livros que li.


Não vamos te enviar spam Powered by ConvertKit

Edmar Ferreira é Co-Fundador e CEO da Rock Content, líder em Marketing de Conteúdo no Brasil, e é membro ativo do SanPedroValley, comunidade auto-gerenciada de startups de Belo Horizonte.

  • Matheus Natan

    Show!

  • Antônio Oliveira

    Muito bom!
    Estive pensando exatamente nessa questão hoje… (Carreira de desenvolvedor x Músico)
    Esse post se encaixou perfeitamente! Hehe

  • Bruno Costa

    Bom texto!
    Acho legal compartilhar outras perspectivas de realização pessoal/profissional além da que estamos habituados. Normalmente aprendemos que devemos nos tornar um profissional específico, especializado em uma determinada área, mas de fato é bem comum que as pessoas tenham afinidades em áreas distintas.
    Tempo para realizar mais de uma atividade pode ser “feito” com um pouco de organização e disciplina!

    Aproveito para indicar a leitura do texto do Kabir Sehgal, na Harvard Business Review, com o qual me deparei uns dias atrás nessa mesma filosofia. Muito interessante também!
    https://hbr.org/2017/04/why-you-should-have-at-least-two-careers

Site Footer